Quando devo levar meu filho ao Dentista ?

06/06/2012 17:25

 

Um sorriso saudável de criança encanta qualquer pessoa. Por isso, os pais devem contar com a ajuda de um dentista que trabalha na área de Odontopediatria, sendo fundamental na educação de adultos e crianças sobre higiene bucal, obtendo hábitos saudáveis.

Quando devo levar a criança para a primeira consulta ?
Recomenda-se que a idade ideal é aos 6 meses de vida, assim que os primeiros "erupcionam".

Quais as orientações principais que os pais recebem?
O dentista vai orientar os pais a como prevenir cáries, instituir desde cedo hábitos de dieta e de higiene bucal adequados para que o bebê nunca tenha problemas de saúde oral. Os pais também irão aprender qual é a melhor escova, pasta de dente e técnica de escovação, problemas de oclusão (mordida), erosão dental, traumatismos nos dentes e tudo sobre chupetas, mamadeiras, entre outros assuntos. Além disso a criança vai familiarizar com o ambiente de consultório odontológico, previnindo o chamado problema psicológico de "medo de dentista".

Qual a diferença entre tratamento de criança e adulto?
Basicamente as crianças requerem mais tempo, ambiente, distração e psicologia. Pesquisas apontam que o medo de dentista, que inibe os pacientes adultos a procurarem tratamento, geralmente é conseqüência de uma má experiência quando criança. Existem técnicas psicológicas de manejo comportamental infantil específicas para cada faixa etária e para crianças de diversas personalidades e o dentista que possue conhecimento de Odontopediatria precisa estar muito bem familiarizado com tais técnicas para saber usá-las.

Quando uma criança cai e quebra um dente, o que os pais devem fazer?
Se o dente ficar mole, normalmente é necessário fazer uma contenção deste dente, apoiando-o nos dentes vizinhos. Se o dente sair completamente da boca, a criança deve ser levada imediatamente ao dentista, pois se conseguir chegar dentro de 30 minutos no consultório há uma grande chance do dente poder ser reimplantado e salvo.

Quais são os malefícios do uso da chupeta?
O hábito do uso da chupeta pode causar muitos malefícios como: prejuízos à amamentação no peito no primeiro mês de vida, maior ocorrência de otite média, alterações no alinhamento dos dentes, deformidades nos ossos e alterações na musculatura da face, aumento da chance de traumatismos nos dentes da frente, alterações de mordida, desenvolvimento de respiração bucal, alterações no padrão de deglutição (engolir), interposição lingual e alterações na fala.

A chupeta entorta os dentes? Quais são os prejuízos para a arcada dentária?
Sim. A oclusão normal na dentição decídua é muito importante para a estética, a fonação (fala), a mastigação, a deglutição e para o bom posicionamento futuro dos dentes permanentes. Crianças que têm o hábito de chupar chupeta comumente apresentam: mordida aberta anterior ou lateral (os dentes de cima e de baixo não se tocam), inclinação dos dentes da frente e de cima para fora, inclinação dos dentes da frente e de baixo para dentro, em direção à língua, mordida cruzada posterior, aumento da sobremordida (quando mordemos, é a "quantidade" que os dentes da frente de cima cobrem dos de baixo) e redução da largura da arcada dentária superior, com deformação do palato que fica ogival (alto e estreito).

Quais algumas dicas de cuidados bucais?
Evitar o consumo FREQUENTE de bebidas e comidas doces. Ao invés de comer um doce agora, dali a um tempo comer outro e dali a pouco comer mais outro, é melhor que a criança coma todos os doces que quer em um momento do dia (depois do almoço, por exemplo) e depois escove os dentes. O pirulito, o chiclete e a bala permanecem por muito tempo na boca da criança, deixando o pH da saliva ácido por muito tempo, "matando" todas as bactérias boazinhas e deixando só as cariogênicas (causam mais cárie) fazendo festa com o açúcar.

Evitar alimentos doces que sejam pegajosos e grudem nos dentes. Os alimentos pegajosos são mais cariogênicos porque ficam grudados no dente por longos períodos e a criança pequena não faz a "autóclise" que é a remoção da comida que fica grudada nos dentes usando a língua.
Não oferecer bebidas doces na mamadeira porque quando a criança toma na mamadeira ao invés de no copo o tempo de contato do açúcar com os dentes é bem maior, gerando maior risco de aparecerem lesões de cárie.
Caprichar na escovação e no fio dental depois das refeições e ingestão de doces, principalmente antes de dormir, porque a produção de saliva cai (e esta é a única grande protetora natural dos dentes).

Fonte: http://www.portaldosorriso.com

Voltar

Contato

Endereço:
SEPS 714/914, Edifício Santa Maria,
Sala 313 (3ª andar) - Asa Sul

Emergência Particular Agendada 24 horas:

(61) 99299-3679


Horário Comercial: (61) 3345-7932

DF-EPAO-1964

Responsável Técnico: Dr.ª Andrea - CRO/DF 8503